sexta-feira, 22/03/2019
Ensino Fundamental

Grêmios Estudantis das escolas da região de São Carlos são diplomados

As agremiações eleitas vão atuar durante o período letivo de 2019

Nesta quinta-feira (21), aconteceu a Cerimônia de Diplomação dos Grêmios Estudantis da Diretoria de Ensino de São Carlos. As 46 agremiações eleitas atuarão em escolas dos municípios de Corumbataí, Descalvado, Dourado, Ibaté, Itirapina, Ribeirão Bonito e São Carlos.

“Há quatro anos realizamos essa ação. Já virou uma tradição de extrema importância para a sociedade a atuação dos grêmios estudantis “, explica a Dirigente Regional de Ensino de São Carlos, professora Débora Gonzalez Costa Blanco.

A iniciativa visa consolidar cada vez mais a parceria entre as diretorias gremistas das escolas públicas estaduais da Diretoria de Ensino de São Carlos, a Educação e o Poder Judiciário, em prol de um ensino mais participativo e de qualidade, com foco no tema “Democracia e Participação”.

O secretário executivo, Haroldo Corrêa, destaca a importância do protagonismo juvenil. “A liderança precisa ser pensada como algo coletivo. É essa construção que a escola tem que fazer”, disse.

Durante as eleições, os alunos formaram chapas e organizaram campanhas eleitorais, com cartazes e debates. Cada escola definiu seu calendário respeitando a data de início do processo, realizado no dia 4 de fevereiro, e data limite para encerramento que ocorreu no dia 14 de março. Os prazos foram estabelecidos pela Educação para todas as escolas.

“Ele tem que ser um protagonista e ele pode ser uma grande liderança positiva e auxiliar em tudo que a escola precisa. Investir no protagonismo dos alunos, nas escolas acolhedoras, na voz dos alunos e no respeito. E isso é um sinal de respeito. Nós respeitamos e acreditamos nos jovens. Não só a escola, mas a região, todo mundo confia nos nossos jovens”, destaca a professora Débora Blanco.

O evento contou também com o aluno gremista José Roberto da Silva Junior, da 2ª série do Ensino Médio, de 16 anos, escolhido para ser o cerimonialista da diplomação. “Eu achei muito interessante, porque nunca tinha passado por isso. E representar todos os grêmios de São Carlos me fez sentir especial, porque eu me senti no lugar de todos. Eu não me senti melhor do que eles, eu sou igual a eles”, disse.

Há dois anos, o jovem participa do grêmio estudantil da escola Conde do Pinhal e, segundo ele, muita coisa mudou. “Mudou muito, pois antes eu não participava e ficava fora de todos os assuntos de atualização a escola. Quando eu entrei, percebi como funciona a escola, que não é só vamos fazer. Tem guia, a gente tem que seguir uma planilha. Entrar no grêmio foi uma experiência positiva e boa”, completa.

Grêmios Estudantis

O Grêmio Estudantil tem como finalidade representar os interesses dos estudantes e junto com a direção e coordenação da escola, traçar estratégias e ações de melhoria do ambiente escolar. Protagonismo juvenil, liderança, capacidade de tomada de decisão e trabalho em equipe são algumas das habilidades buscadas nos estudantes eleitos do Grêmio Estudantil.

“Democracia não existe na teoria. Os Grêmios permitem que eles passem por esse processo e que compreendam para que e porquê existe um grupo que representa toda a escola”, explica Sonia Brancalion, membro da equipe responsável pelo Grêmio Estudantil da Secretaria da Educação.

Em 2018 a rede contou com mais de 4,8 mil Grêmios Escolares, que representa 95% das escolas.