segunda-feira, 26/11/2018
Notícia

Material didático ‘Narrativas Quilombolas’ é apresentado para rede

Livro e caderno de atividades têm como objetivo retratar história e cultura Quilombola para todos alunos

Valorizar a cultura e a história das comunidades Quilombolas do Estado de São Paulo também é uma preocupação da rede estadual de ensino. Com o lançamento do material didático “Narrativas Quilombolas”, os alunos poderão conhecer um pouco mais sobre a luta e a resistência desse povo em território paulista.

A proposta surgiu através das demandas das próprias comunidades, que se baseou em rodas de conversas iniciadas em 2012. No último 17 de outubro, por meio da Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB) da Secretaria da Educação, foi feito o lançamento do material na E.E. Maria Antonia Chules Princesa, escola Quilombola do município de Eldorado, da Diretoria de Ensino de Registro.

“A importância deste material se destaca quando observamos que é um dos poucos existentes no país voltado para quilombolas, ainda que haja territórios em diversos estados brasileiros”, explica Uiara Araújo, diretora do Núcleo de Inclusão Educacional (NINC) da CGEB.

O material, que inclui livro e caderno de atividades, é uma forma de contextualizar a história e os modos de viver dos Quilombos. Com ele, é importante mostrar que, diferentemente do que muitos imaginam, cada comunidade tem a sua particularidade e muitas já têm suas próprias terras adquiridas.

“Este é um material que transborda a cultura quilombola e mostra todo legado africano, que contribuiu para o que Brasil seja um dos países mais ricos e diversos do ponto de vista da complexidade cultural”, completa Renato Ubirajara, técnico do NINC e um dos organizadores do livro.

Divulgação para rede

As 7 Diretorias de Ensino (Apiaí, Caraguatatuba, Itapeva, Jundiaí, Registro, São Roque e Votorantim) que possuem escolas Quilombolas ou que atendem alunos oriundos de Quilombos já receberam o material didático impresso para distribuição aos alunos e professores.

No entanto, com o objetivo de divulgar o projeto para as demais Diretorias do Estado, o Núcleo realizou uma videoconferência na última sexta-feira (23) via streaming nos Polos da Rede do Saber.

Na ocasião, foi apresentada a possibilidade de utilização do material em sala de aula para atender as habilidades e competências previstas no Currículo Estadual Paulista, que tratam da inserção da temática da História Africana, Afro-brasileira e indígena em sala de aula.

Todas as Diretorias de Ensino receberam exemplares para consulta e também o arquivo digital, para compartilhamento ilimitado com professores e alunos.

Luta e resistência

Com o livro, os alunos da rede de todas as regiões do Estado poderão conhecer melhor sobre a história desse povo, como produção (roçado, produtos artesanais, turismo étnico), religião, culinária, luta pela terra, reminiscências linguísticas, memória coletiva, família, socialização, entre outros assuntos.

“É válida a reivindicação da comunidade de ter um material específico, pois a história do Quilombo foi finalmente registrada por meio de um trabalho profundo de pesquisa e de coleta de depoimentos”, complementa Gabriel Marcus Spinula, dirigente de ensino da regional de Registro.

Para a professora coordenadora do Núcleo pedagógico e interlocutora da educação escolar Quilombola, Maria Helena Zanon Salvador, o projeto está só começando na prática.

“O que nós mais almejávamos era atender as necessidades locais, as questões culturais, a história local com suas especificidades. É estudar a luta deste povo por seu reconhecimento, manter suas tradições e, acima de tudo, valorizar as suas conquistas”, finaliza.

O material didático pode ser acessado online. Basta clicar em Livro de Narrativas Quilombolas e Caderno de Atividades.