segunda-feira, 07/01/2019
Agenda do secretário

Na sede da Educação, secretário se apresenta para servidores da rede

Rossieli Soares comentou sobre a importância do trabalho em conjunto e anunciou as prioridades da gestão

Nesta segunda-feira (7), o secretário Rossieli Soares reuniu as equipes da Secretaria de Estado da Educação para apresentar as propostas e os planos de ações da nova gestão. O evento, realizado na sede da pasta, na capital paulista, foi a oportunidade para os servidores da rede conhecerem o novo titular.

No discurso, Rossieli ressaltou a importância de enxergar a rede estadual como um pilar para educação brasileira. Para ele, São Paulo deve ocupar o topo dos índices educacionais, visto que o Estado é tido como uma locomotiva do país em diversos aspectos.

Diante disso, algumas medidas foram colocadas como prioridades para o desenvolvimento da educação estadual. Entre elas, a valorização dos professores.

“Não existe transformação sem um bom professor. Precisamos oferecer um processo de formação de qualidade”, disse, fazendo referência aos avanços dos trabalhos da Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores (EFAP).

A discussão do Currículo Paulista também foi destacada. Em sua fala, explicou a necessidade de continuar debatendo o material, embora uma primeira versão já tenha sido entregue ao Conselho Estadual de Educação no mês de dezembro.

“Não tem como pensar que a Educação não vá passar por transformação, porque nossos alunos estão cada vez mais desinteressados pela escola e estão se conectando a outras coisas”, afirmou. “Precisamos ouvi-los e construir em conjunto aquilo que todos nós queremos”, completou.

O diálogo, assim, foi outro pilar enaltecido por Rossieli. A educação integrada entre Estado e município, segundo ele, é fundamental para alcançar um ensino de qualidade. Essa parceria promete estabelecer um regime de colaboração entre as redes.

“Mais do que nunca, o mundo está pedindo para que a gente cuide das pessoas. O que interessa para a população é que as crianças aprendam e que a gente consiga cumprir o objetivo de mantê-las dentro das escolas”, reiterou.

Além de reconhecer os desafios da rede, o secretário finalizou o encontro propondo mudanças. Nesse primeiro momento, portanto, as agendas serão pautadas em planejamentos e discussão com todos os membros da rede a fim de avançar, em vários sentidos, a educação de São Paulo.