terça-feira, 10/10/2006
Últimas Notícias

Professora de Escola Estadual paulista está entre finalistas do prêmio oferecido pela Fundação Victor Civita

Premiação será transmitida hoje à noite em rede nacional pela TV Cultura, e deverá ser assistida por 4,2 milhões de pessoas em 14 estados brasileiros O trabalho da professora Sandra Valéria Lúcio, criado ano passado na Escola Estadual Profª Carolina Mendes Thame, em Piracicaba, no interior de São Paulo, fez da educadora uma das representantes […]

Premiação será transmitida hoje à noite em rede nacional pela TV Cultura, e deverá ser assistida por 4,2 milhões de pessoas em 14 estados brasileiros

O trabalho da professora Sandra Valéria Lúcio, criado ano passado na Escola Estadual Profª Carolina Mendes Thame, em Piracicaba, no interior de São Paulo, fez da educadora uma das representantes do Estado indicadas para concorrer ao Prêmio Victor Civita 2006 – Educador Nota 10, em cerimônia que será realizada nesta terça-feira, dia 10, às 19h30, no Teatro Abril, em São Paulo. O grande vencedor, que será anunciado no final do evento e receberá o título de Educador do Ano por ser o autor do melhor projeto de ensino do País segundo o corpo de jurados, ganhará o valor dobrado do prêmio em dinheiro, além da Bolsa de Estudos na International House, em Londres, com todas as despesas pagas pela Fundação Victor Civita.

A secretária de Estado da Educação, Maria Lucia Vasconcelos, será uma das madrinhas do evento, e entregará o prêmio de finalista à professora de Piracicaba. A premiação será transmitida a partir das 20 horas ao vivo pela TV Cultura, em rede nacional, e deverá ser assistida por 4,2 milhões de pessoas em 14 estados brasileiros.

De norte a sul do País

Entre 3.851 trabalhos apresentados em todo o Brasil, sendo 1.103 do estado de São Paulo, 12 foram escolhidos para participar do evento. O concurso é aberto anualmente a todos os professores que atuam em escolas públicas, particulares, comunitárias ou filantrópicas de acesso público – urbanas ou rurais – nas diversas disciplinas de Educação Infantil, de 1ª a 8ª série do ensino fundamental, Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial ou de ensino médio. Cada um dos finalistas receberá um prêmio de R$ 10 mil.

O Projeto

O projeto Branca de Neve foi criado para ajudar no processo de alfabetização da turma de 1ª série. O trabalho desenvolvido por Sandra durou um mês e meio. Mãe de um menino de 11 anos, ela usou a história da princesa que é perseguida pela madrasta – bem conhecida das crianças – para desenvolver atividades de leitura e escrita. Para a autora da idéia, o diferencial do projeto é poder atender a todas as crianças. “Independentemente do aluno saber ler ou não, todos são capazes de analisar o texto. Isso propicia uma mudança no futuro desses alunos ao estimular em cada um deles o desenvolvimento da criatividade e das habilidades leitora e escritora. Assim, o aluno chega a ler, escrever e revisar o próprio texto”, explica Sandra.

A premiação

A Fundação Victor Civita destinará R$ 100.000,00 para os 10 professores selecionados de todo o Brasil. Cada um ganhará R$ 10.000,00, além de diploma e troféu. A British Council premiará o professor do ano de 2006 com uma viagem para a Inglaterra. Ele ganhará um curso de inglês de três semanas, em janeiro de 2006, passagem aérea, hospedagem, alimentação, programas sociais e turísticos e visitas a escolas públicas da região.

No dia 11 de outubro, um dia após a entrega dos troféus, a Fundação Victor Civita promove um seminário com a presença de Emilia Ferreiro, Mario Sergio Cortella e Yves de La Taille. A artista plástica Maria Bonomi assina o novo troféu do Prêmio Victor Civita – Educador Nota 10. A escultura, produzida com exclusividade, passa a simbolizar o maior prêmio da educação brasileira.