terça-feira, 15/09/2015
Idesp

Professores recebem segunda etapa do maior bônus da história nesta terça-feira (15)

No total, mais de 1 bilhão será pago em bonificações para os servidores da educação

A partir desta terça-feira (15), o Governo de São Paulo dá início a segunda etapa do pagamento do maior bônus da história da Educação. No total, 232 mil servidores serão beneficiados pelo valor, que supera a marca de R$ 1 bilhão. O número histórico de 2015 é resultado da melhora do aprendizado registrada pelo Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp), o maior dos últimos cinco anos. Saiba mais aqui.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

A bonificação será paga em duas etapas para os professores, diretores, coordenadores e demais funcionários que vão receber os valores maiores. A primeira aconteceu no dia 31 de março. Já para os 117 mil que recebem até R$ 3.500, o bônus foi liquidado em parcela única, também na primeira data de pagamento. A segunda parcela refere-se, quando for o caso, à diferença entre os R$ 3.500 e o valor de bônus que forem superiores a esse montante.

pagamento_bonus01_700 

O valor total, destinado pela Educação, ultrapassa a marca de R$ 1 bilhão, verba 42% superior aos R$ 700 milhões pagos em no ano passado. Um levantamento feito pela Educação ainda mostrou que dos 187 mil professores que serão contemplados pelo bônus por mérito, cerca de 74 mil receberão acima de R$ 5.000.

Os critérios para a definição dos valores são: se atingida a meta do Idesp, o bônus é de 2,4 salários. Se superada a meta, o limite de bônus é de 2,9 salários. Caso a meta não seja atingida, é então calculado o avanço da escola proporcional (se avançou, por exemplo, 50% da meta, o bônus é de 1,2 salário). O cálculo também leva em conta o número de faltas, excluindo ausências decorrentes de licença-maternidade, licença-paternidade, adoção e férias, e o tempo de atuação na rede estadual dos funcionários do quadro de magistério, do quadro de apoio escolar e do quadro de serviço, incluindo diretores, professores, educadores e equipes escolares.

Para saber mais, acesse a intranet da Educação