sexta-feira, 13/04/2012
Imprensa

Programa Escola da Família leva teatro itinerante a Tapiraí

O espetáculo “Encantos do Baú”, da Cia. 5 Marias, será apresentado amanhã (14/04) na Escola Estadual Coronel João Rosa para alunos e comunidade local A Escola Estadual Coronel João Rosa, no município de Tapiraí, na região de Votorantim, receberá amanhã (14/04) a visita da Cia. 5 Marias, trupe teatral que apresentará aos alunos e à […]

O espetáculo “Encantos do Baú”, da Cia. 5 Marias, será apresentado amanhã (14/04) na Escola Estadual Coronel João Rosa para alunos e comunidade local

A Escola Estadual Coronel João Rosa, no município de Tapiraí, na região de Votorantim, receberá amanhã (14/04) a visita da Cia. 5 Marias, trupe teatral que apresentará aos alunos e à comunidade local a peça “Encantos do Baú”. O evento é promovido pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), da Secretaria da Educação, por meio do programa Escola Família. A apresentação será às 14h, na própria unidade, com entrada gratuita.

A expectativa, segundo a diretora da escola, Maria Helena Marcheuski Bezecchi, é que cerca de mil pessoas assistam ao espetáculo. “Além dos estudantes, também convidamos seus familiares. É uma oportunidade de trazer a comunidade para a escola e promover uma bela integração”, comenta a educadora.

A ação faz parte de um projeto-piloto de teatro itinerante da FDE, que tem por objetivo levar espetáculos a escolas da rede estadual localizadas em regiões onde o acesso a esse tipo de atividade cultural é escasso. “Não costumo ir ao teatro porque aqui em Tapiraí não tem. Só indo para São Paulo mesmo, mas aí fica longe”, comenta Camila Duarte dos Reis Delgado, aluna da 1ª série do Ensino Médio na Escola Estadual Coronel João Rosa. Para ela, a iniciativa possibilitará que moradores do município que nunca assistiram a uma peça teatral conheçam esse tipo de arte. “Algumas pessoas daqui da cidade nunca viram um espetáculo e assim terão a oportunidade de conhecer”, salientou.

Além de Tapiraí, neste mês, a Cia. 5 Marias também apresentará o espetáculo “Encantos do Baú” em outras três escolas estaduais nas cidades de Arandu, na região de Avaré; Pratânia, próximo a Botucatu, e Jumirim, que integra a região de Itu. Foram selecionados municípios com até 15 mil habitantes e com base em aspectos socioeconômicos. As quatro apresentações previstas representam um investimento de R$ 6,7 mil.    

Sobre o espetáculo

“Encantos do Baú” nasceu da preocupação das atrizes e educadoras da Cia. 5 Marias com a formação da criança. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento do público, que, direta ou indiretamente, é parte integrante do espetáculo, proporcionando uma experiência lúdica e reflexiva a todos.

A peça conta a história de Clara, uma criança que adorava passar o dia brincando com seu videogame. Até que um dia, após uma queda de energia elétrica, ela se vê sem ter o que fazer, com seu brinquedo desligado. Clara começa a procurar o interruptor de luz e se depara com algo nunca visto antes: um baú mágico. Dele sairá tudo o que ela precisa e até mesmo um grupo muito engraçado de portugueses que a faz embarcar em uma viagem encantadora usando apenas a sua imaginação.

Nesta viagem, Clara descobre um universo cheio de personagens e histórias divertidas como “O Boi da Cara Preta”, “O Gigante de Pedra” e “O Cravo e a Rosa” e passa a compreender que a imaginação é o passaporte para um mundo recheado de brincadeiras e cantigas de roda.

Sobre o programa Escola da Família

Desde 2003, o Escola da Família aproxima sociedade e escola promovendo a integração de estudantes, crianças, jovens, adultos e idosos com um trabalho que sociabiliza, diverte e educa. Por meio do programa, as unidades escolares da rede pública de São Paulo são abertas aos sábados e domingos à comunidade local, para realização de atividades voltadas ao esporte, à cultura, à saúde e ao trabalho, os quatro eixos do programa.

As atividades são promovidas com o auxílio de profissionais da Educação, voluntários e educadores universitários e visam a inclusão social, tendo como foco o respeito à pluralidade e uma política de prevenção que concorra para uma qualidade de vida cada vez melhor.