quinta-feira, 26/12/2019
Avisos de Pautas

Retrospectiva: nomeação e convocação de agentes de organização escolar

Profissionais ajudam a controlar movimentação dos estudantes nas dependências das escolas

Em 2019, o Governo de São Paulo anunciou a nomeação e contratação de 2.290 agentes de organização escolar (AOEs) para atuarem em mais de 1,2 mil escolas estaduais. Foram convocados os candidatos remanescentes do concurso de Agente de Organização Escolar de 2018, obedecendo a ordem de classificação.

Os agentes têm a responsabilidade de controlar a movimentação dos estudantes nas dependências da escola, auxiliar a manutenção da disciplina geral e contribuir com a gestão escolar na organização de atividades, como explica o secretário de educação Rossieli Soares: “Essa é uma função muito importante para o funcionamento de nossas escolas. A convocação é é um passo diante de uma grande caminhada que temos pela frente”.

Com a presença desses profissionais nas escolas, diretores, vices e coordenadores podem direcionar seu trabalho para questões pedagógicas e novos projetos nas escolas. “Os agentes também atuarão no programa Conviva SP, que tem essa importante função de manter o clima escolar”, pontua o secretário executivo Haroldo Rocha.

Na rede estadual, a remuneração do Agente de Organização Escolar é de R$ 1.005,79 (salário base), além de abono complementar de R$ 136,85, totalizando R$ 1.142,64 mensais. Participaram da seleção pública candidatos com idade mínima de 18 anos e nível médio completo.

O exame, antes da convocação, foi eliminatório, classificatório e composto de 80 questões de múltipla escolha de: língua portuguesa; raciocínio lógico e matemática; conhecimentos específicos; e informática. Os aprovados foram classificados por ordem decrescente da nota final, em lista de classificação por Diretoria Regional de Ensino e por Polo de Diretorias Regionais de Ensino.