quinta-feira, 26/06/2008
Últimas Notícias

Secretaria capacita professores para integrar egressos da Fundação Casa em escolas

Cerca de 1.300 adolescentes da instituição entram na rede estadual de educação por ano A Secretaria de Estado da Educação inicia hoje, quinta-feira, 26 de junho, capacitação de educadores da rede estadual (professores, diretores, assistentes técnico pedagógicos, entre outros) para trabalho com estudantes oriundos da Fundação Casa. Por meio de vídeo-conferência, cerca de 4.000 educadores […]

Cerca de 1.300 adolescentes da instituição entram na rede estadual de educação por ano

A Secretaria de Estado da Educação inicia hoje, quinta-feira, 26 de junho, capacitação de educadores da rede estadual (professores, diretores, assistentes técnico pedagógicos, entre outros) para trabalho com estudantes oriundos da Fundação Casa.

Por meio de vídeo-conferência, cerca de 4.000 educadores da rede estadual serão capacitados já nesta quinta-feira. É o ponta-pé inicial de projeto para garantir total integração dos adolescentes nas escolas estaduais.

Em média, cerca de 1.300 egressos da Fundação entram nas escolas estaduais por ano. O direito à educação é garantida pela Constituição Federal à qualquer criança e adolescentes, incluindo, claro, os oriundos da Fundação.

A capacitação da Secretaria incluirá formas de garantir recepção cordial aos adolescentes. Será explicado o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). É importante, por exemplo, evitar apelidos aos adolescentes. O diretor da escola precisa ter trabalho focado no novo aluno, que comumente tem tendência em deixar os estudos.

A Secretaria ainda pretende que qualquer forma de preconceito contra os oriundos da Fundação deixe de existir. A pasta já mantém professores da rede que diariamente vão a unidades da Fundação ensinar os alunos. Estes recebem Adicional por Local de Exercício (ALE), como incentivo à participação nas aulas.

Além de profissionais da Secretaria, como a coordenadora de projetos Maria Inês Fini, participarão da capacitação a superintendente da Fundação Casa, Marisa Fortunato. O ponto de partida também terá participação da juíza de direito e diretora do Departamento de Execução da Infância e Juventude, Mônica Paukoski, e do promotor de Justiça do Departamento das Execuções da Infância e da Juventude, Wilson Tafner.