segunda-feira, 13/01/2003
Últimas Notícias

Secretaria da Educação publica amanhã gabarito do concurso de supervisor de ensino

No último domingo, dia 12 de janeiro, ocorreram as provas do concurso público para preenchimento de 1.003 vagas para o cargo de supervisor de ensino da Secretaria de Estado da Educação. Dos 22.342 inscritos, compareceram 20.253 candidatos. O número de ausentes foi de 2.089, ou seja, 9,35% do total. O gabarito da prova será publicado […]

No último domingo, dia 12 de janeiro, ocorreram as provas do concurso público para preenchimento de 1.003 vagas para o cargo de supervisor de ensino da Secretaria de Estado da Educação. Dos 22.342 inscritos, compareceram 20.253 candidatos. O número de ausentes foi de 2.089, ou seja, 9,35% do total. O gabarito da prova será publicado amanhã, dia 14 de janeiro, no Diário Oficial do Estado.

A prova objetiva constou de 80 questões sobre Conhecimentos Específicos e valerá 80 pontos. O candidato deve acertar no mínimo 40 questões para ser aprovado. Já a dissertativa teve cinco questões e valerá 20 pontos, sendo necessário atingir um mínimo de cinco para a aprovação. Serão corrigidas as provas dissertativas de todos os aprovados na parte objetiva. Os candidatos que atingirem a pontuação serão convocados para a segunda fase – avaliação de títulos, com limite de 15 pontos na média geral.

O salário inicial para supervisor de ensino é de R$ 1.586,73. Os candidatos devem ter curso superior em Pedagogia ou pós-graduação na área de Educação e ter, no mínimo, oito anos de magistério dos quais dois anos em função de suporte pedagógico educacional ou de direção de órgãos técnicos. Ou então, estar no magistério há 10 anos. O perfil da função de supervisor foi publicado no Diário Oficial de 19 de novembro na Seção I Páginas (66 a 70). Entre as atribuições do cargo estão: assessorar, acompanhar, orientar, avaliar e controlar os processos educacionais implementados nos diferentes níveis de ensino; assegurar diretrizes e procedimentos que garantam o cumprimento dos princípios e objetivos da educação escolar estabelecidos constitucional e politicamente; realiza estudos e pesquisas, trocando experiências profissionais, aprendendo e ensinando em atitude participativa e de trabalho coletivo e compartilhado; participa da construção do plano da Diretoria de Ensino visando promover o fortalecimento da autonomia escolar e a realização de processos de avaliação institucional que permitam verificar a qualidade do ensino oferecido pelas escolas.