quarta-feira, 25/11/2020
Professores e Funcionários

Secretário Rossieli Soares participa do Simpósio ABED de Ensino Híbrido na Educação Básica

De forma online, a partir das 15h, o evento desta quarta-feira abordará o tema: A Inovação na Educação no Estado de São Paulo e o Ensino Híbrido

A Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), está com uma série de simpósios online sobre o ensino híbrido e tecnologias educacionais na Educação Básica. No evento desta quarta-feira, marcado para acontecer a partir das 15h, o secretário Rossieli Soares fará parte da mesa de debates ao lado do moderador e curador da série, Luciano Sathler, com o tema: A Inovação na Educação no Estado de São Paulo e o Ensino Híbrido.

O ensino híbrido é um programa formal de ensino em que o estudante tem parte da aprendizagem elaborada a partir de conteúdo, interações e mediações online. Neste encontro, a ABED vai apresentar o estado da arte dos componentes para um bom planejamento e implementação dessa abordagem.

Homologação do ensino à distância para alunos da rede estadual

Em 19 de março de 2020, a Secretaria Estadual da Educação homologou a deliberação aprovada pelo Conselho Estadual que permite que atividades realizadas por meio de EAD (ensino a distância) aos alunos do ensino fundamental e médio, durante o período de suspensão das aulas, possam ser computadas como dias letivos.

A medida é uma forma de garantir as 800 horas de atividades escolares obrigatórias por lei para que se cumpra o ano letivo. As aulas na rede estadual de São Paulo começaram a ser suspensas desde segunda-feira (16), como medida de prevenção à propagação do coronavírus.

Centro de Mídias

Centro de Mídias da Educação de SP (centrodemidiasp.educacao.sp.gov.br), é uma plataforma que permite, desde abril, que os estudantes da rede estadual tenham acesso gratuitamente a aulas ao vivo, videoaulas e outros conteúdos pedagógicos durante o período do isolamento social provocado pelo combate à COVID-19.

Educação em São Paulo

O Governo de São Paulo foi pioneiro no país para implementar ensino à distância em larga escala para enfrentar os desafios impostos à educação pela pandemia do coronavírus. Com isso, foi disponibilizada com internet gratuita para seus 3,5 milhões de alunos e mais de 180 mil professores da rede pública de ensino. A iniciativa foi viabilizada em tempo recorde, com aposta em tecnologia e o apoio da Fundação Roberto Marinho.

Para que nenhum aluno fique para trás neste processo de aprendizagem, além dos dois aplicativos e produção de manuais de orientações de estudo e distribuição de kits, a Secretaria de Educação fechou parceria com a Fundação Padre Anchieta, que administra a TV Cultura, e as aulas estão sendo transmitidas, ainda, pela TV Educação – canal 2.3 (anos finais e ensino médio) e TV Univesp – canal 2.2 (creche, pré-escola e anos iniciais). De acordo com a pesquisa amostral TIC Domicílios do Cetic.br, 97,4% dos domicílios no estado de SP possuem televisão.

A inovação na Educação em São Paulo e o ensino híbrido – Simpósio ABED Ensino Híbrido