quarta-feira, 09/04/2014
Imprensa

Youtube da Educação chega a 1 milhão de visualizações e leva conteúdo a professores e alunos

São mais de 700 vídeos postados com histórias, cursos e práticas pedagógicas da maior rede de ensino do País O mês de abril começa com uma nova marca. O canal da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo no Youtube acaba de alcançar 1 milhão de visualizações. São mais de 700 vídeos compartilhados sobre […]

São mais de 700 vídeos postados com histórias, cursos e práticas pedagógicas da maior rede de ensino do País

O mês de abril começa com uma nova marca. O canal da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo no Youtube acaba de alcançar 1 milhão de visualizações. São mais de 700 vídeos compartilhados sobre a rotina da maior rede de ensino do País. Atualmente, a página é líder em audiência quando comparada a outros canais governamentais sobre educação pública no Brasil.

Organizado em listas temáticas, o endereço virtual é também uma importante ferramenta de apoio dentro e fora das escolas. É possível encontrar, por exemplo, listas com vídeos de importantes programas da Educação, como o Vence e o Novo Modelo de Escola de Tempo Integral. Além disso, traz dicas de experiências em disciplinas como física e química e os tutoriais  “Faça Você Mesmo”, websérie especial com maior número de visualizações da página e uma das preferidas entre estudantes e professores.

Acesso à informação e conteúdo multimídia

A opção por produzir conteúdo desse tipo partiu da própria demanda de alunos e professores da rede estadual por materiais audiovisuais. “Ao fornecer o conteúdo multimídia, a Educação reforça o objetivo de trabalhar com ferramentas utilizadas pelo seu público, de modo a facilitar cada vez mais o acesso à informação por parte dos professores, servidores e alunos”, afirma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.

Assista ao vídeo comemorativo do Canal da Educação

A partir do canal, são disponibilizados também os vídeos nas outras plataformas online da Educação, como as páginas no Facebook e Twitter e o próprio Portal (www.educacao.sp.gov.br). Uma curiosidade é que internautas de países como Portugal e Estados Unidos também fazem parte da audiência do canal.