terça-feira, 01/02/2022
Destaque

Ensino Médio de SP: Novo currículo potencializa aptidões e prepara os estudantes para o mundo do trabalho e ensino superior 

São Paulo é o primeiro estado do Brasil a iniciar essa implementação; jovens terão mais tempo de estudo nas áreas de maior interesse 

Com novo currículo, o Ensino Médio de São Paulo busca valorizar e potencializar aptidões dos estudantes para o futuro profissional ou acadêmico. A partir da próxima quarta-feira (2), com o início do ano letivo na rede estadual, todas as 3,7 mil escolas desta etapa vão ofertar novas possibilidades de conhecimento para 436 mil alunos matriculados na 2ª série em todo o Estado. Agora, além da formação comum, este grupo terá mais aulas para se aprofundar nas áreas que estejam mais alinhadas ao projeto de vida individual.

A principal novidade fica por conta da oportunidade de os jovens dedicarem mais tempo de estudo em uma ou duas áreas do conhecimento de maior interesse. No total, são 10 possibilidades de aprofundamentos: Linguagens, Matemática, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e seis opções integradas entre elas. Na prática, todas as escolas vão oferecer, pelo menos, dois aprofundamentos integrados. Ou seja, todos os estudantes vão cursar mais aulas de componentes que dialogam com os seus interesses, inclusive com a formação técnica e profissional via cursos do Novotec (quatro opções no Novotec Expresso e 21 no Novotec Integrado).

Para Rossieli Soares, Secretário da Educação do Estado, que liderou a reformulação do Novo Ensino Médio no Ministério da Educação (MEC), em 2018, “a nova proposta promove o protagonismo estudantil e faz com que a escola faça mais sentido aos jovens, principalmente para apoiar sonhos e objetivos de vida”, diz.

“Aprender mais e explorar novos interesses” 

A aptidão pela área de Exatas levou Francisco Cassettare, 16, da Escola Estadual Virgília Rodrigues Alves de Carvalho Pinto, no Jardim Previdência, Zona Oeste de SP, a optar pelo aprofundamento “Meu papel no desenvolvimento sustentável”, que envolve Ciências da Natureza e Matemática. “As aulas de Projeto de Vida me ajudaram a achar um propósito para seguir em frente e descobrir coisas novas em mim mesmo, melhorando minha autoestima e até meu desempenho. Espero neste ano aprender mais, explorar novos interesses e ajudar a escola em projetos novos”, revela.

Para o gestor do Ensino Médio de São Paulo, Gustavo Mendonça, o novo currículo apresenta “um novo jeito de estudar”. “Um aluno que tenha escolhido a área do conhecimento de Ciências da Natureza, por exemplo, vai cursar esse aprofundamento curricular, seja no modo integral do aprofundamento ou em uma opção integrada. Cada Unidade Curricular do aprofundamento dura um semestre. É possível mudar no semestre seguinte, caso o estudante assim desejar”, conta.

Para mais informações: https://novoensinomedio.educacao.sp.gov.br/ 

Acesse o Guia do Estudante