terça-feira, 12/12/2017
Crédito: Divulgação
A Escola Que Queremos

Música vencedora do Vozes Pela Igualdade será divulgada hoje (12)

Cerimônia será no auditório do Ministério Público e quem vencer gravará a composição com Rick Bonadio

Acontece nesta terça-feira (12), a partir das 14h, a cerimônia de premiação aos vencedores do concurso musical “Vozes Pela Igualdade de Gênero: #RespeitaAsDiferenças”, no auditório do Ministério Público. Além da presença do secretário José Renato Nalini, o público será composto por participantes, estudantes e convidados. A votação online para a escolha da música vencedora, que será divulgada nessa tarde, mobilizou bastante a rede de ensino, totalizando cerca de 170 mil votos.

A segunda edição do Vozes pela Igualdade de Gênero mobilizou, em 2017, centenas de estudantes das escolas estaduais paulistas. Eles criaram composições musicais que valorizam o respeito às diferenças, o enfrentamento a quaisquer formas de discriminação de gênero e orientação sexual.

O concurso é resultado de parceria entre o Ministério Público do Estado de São Paulo e a Secretaria de Estado da Educação, com o apoio do Midas Music, do produtor Rick Bonadio, que é detentor de cinco prêmios Annual Latin Grammy Awards, e uniu-se ao concurso com o apoio da gravação da música vencedora.

As 10 músicas finalistas são de diferentes localidades do Estado de São Paulo: Capivari, Fernandópolis, Franca, Guaratinguetá, Itapetininga, Piraju, São Carlos e Sertãozinho. As músicas “Não Sou Como Você”, “Diversidade Global”, “Desigualdade no Brasil”, “Amar sem olhar a quem”, “Ser!”, “Temos que Lutar”, “Quem Somos?”, “Juntos na Militância”, “Saiam do Escuro” e “Ideologia” retratam a criatividade e a valorização da diversidades entre os estudantes paulistas.

Concurso de Música Vozes pela Igualdade de Gênero

Para estimular o debate sobre as questões de gênero, o Ministério Público de São Paulo e a Secretaria de Estado da Educação nesta segunda edição do concurso musical trouxeram o tema #RespeitaAsDiferenças. Este ano, o concurso envolveu estudantes do Ensino Médio das escolas públicas de todo o Estado de São Paulo.

As escolas apresentaram 254 músicas para avaliação das Diretorias de Ensino. Cada música é resultado do envolvimento de centenas de estudantes, da reflexão e de atividades pedagógicas conduzidas nas unidades escolares. São cerca de 1400 estudantes diretamente envolvidos na criação das músicas e produção dos vídeos e que foram mobilizados em 368 ações conduzidas nas Diretorias de Ensino e Escolas.

As equipes pedagógicas e de supervisão de ensino, das 91 Diretorias Regionais de Ensino, gestores escolares, professores e estudantes gremistas receberam uma formação por meio de videoconferência com promotoras de justiça do Ministério Público sobre o tema do Concurso. Também foram realizados encontros entre representantes do MP e estudantes e educadores que debateram questões relacionadas a gênero, diversidade sexual, respeito aos direitos e o sistema de proteção e justiça. Os encontros ocorreram nos municípios de São José dos Campos, Itatiba, Bragança Paulista, Taubaté, Jaú, Bauru, São Paulo, Taboão da Serra, Ribeirão Preto, Pirassununga, Campinas, Caraguatatuba, Jacareí, Mauá, Itapevi, Guarulhos, Santos e mobilizaram 2 mil participantes.

O Concurso de Música Vozes pela Igualdade de Gênero foi lançado em 2016 e a primeira edição contou com o tema do enfrentamento à violência contra a mulher, no ano em que a Lei Maria da Penha completou uma década de existência.

O fim do preconceito, da violência de gênero e a luta pela liberdade das mulheres estão nos versos da música “Primeiro Passo”, vencedora da primeira edição, de autoria do aluno Nathan Pereira da Silva, que contou com a participação da cantora Kell Smith, do sucesso “Respeita as Mina”.