segunda-feira, 05/10/2015
Boas Práticas

Concurso Wizo de Pintura e Desenho segue com inscrições abertas

Trabalhos devem ser enviados para a escola até o dia 10 de outubro

Seguem abertas as inscrições para o Concurso Wizo de Pintura e Desenho 2015. Para participar, os estudantes podem utilizar diversas técnicas como óleo, acrílico, guache, aquarela, nanquim, lápis de cera, mosaico, entre outros. Os alunos deverão criar seus desenhos em cartolina, papel ou tela sem moldura, medindo no máximo 50×70 cm – com exceção de colagens. Esse ano o tema é “Brasil-Israel: tecnologia no século 21”. Clique aqui e conheça o regulamento.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Os estudantes deverão entregar os desenhos aos professores. Já a próxima etapa fica por conta dos educadores que têm a tarefa de encaminhar os trabalhos para a diretoria de ensino da escola. A unidade encaminhará os 10 melhores trabalhos, até o dia 10 de outubro, para a sede da Organização Feminina Wizo, em São Paulo.

No verso de cada trabalho deverá constar: nome da escola, endereço completo, número de telefone com código de área, indicação da diretoria de ensino a qual a escola pertence, nome do aluno, idade, série, endereço completo, telefone, nome do professor responsável e matéria que leciona. Caso falte uma das informações acima, o trabalho será desclassificado.

O aluno vencedor e o professor orientador do trabalho receberão passagens aéreas de ida e volta para Brasília, incluindo hospedagem, e um aparelho eletrônico. Os 2º e 3º lugares também ganharão aparelho eletrônico. Todos os premiados receberão medalhas e kit de pintura.

Edição 2014

A iniciativa, voltada para alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio, tem o objetivo de incentivar a criatividade dos alunos por meio da arte e promover o intercâmbio cultural entre Brasil e Israel. Em 2014, os competiores se apropriaram da criatividade para recontar, por meio das cores e formas, o tema do concurso “Brasil-Israel: Massada e Quilombo dos Palmares, a bravura de dois povos”. Saiba mais aqui.