terça-feira, 15/03/2016
CEL

Olimpíadas são oportunidades para aprender um novo idioma

Educação mantém na grade cursos presenciais e a distância

Os alunos da rede estadual de São Paulo também estão na contagem regressiva para os Jogos Olímpicos Rio 2016. No lugar das provas de atletismo, natação ou vôlei, o foco deles é o domínio de outros idiomas. Além do inglês, os estudantes matriculados nos Centros de Estudos de Línguas (CEL), podem aproveitar o evento para aprender, ou treinar, espanhol, italiano, francês, alemão e até japonês. As aulas são gratuitas e oferecidas em mais de 200 unidades espalhadas pelo Estado.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

A programação do CEL é dividida em seis semestres. A única exceção é o curso de inglês, cuja duração é de 1 ano. A proposta é que os alunos desenvolvam durante os módulos as habilidades de escrita, leitura e fala. Outra vantagem é que as aulas são registradas em certificado e no próprio histórico escolar emitido pela Educação. Os cursos são abertos a alunos a partir do 7º ano do Ensino Fundamental.

Ao longo do curso, os alunos participam de aulas interativas (4 vezes por semana), que misturam conversação, gramática e leitura. Todos têm o rendimento avaliado por testes em grupo e individuais. Os aprovados em cada módulo são classificados para a etapa seguinte.

Além dos Centros, a Educação também oferece aulas a distância. No portal da Escola Virtual de Programas Educacionais (EVESP), há opções de cursos de inglês e espanhol. Com uma linguagem próxima à adotada em videogames, as aulas são dinâmicas e incluem um conteúdo abrangente. Ex-alunos da rede e matriculados na Educação de Jovens e Adultos (EJA) também podem participar das aulas.

Curso online de mandarim 

Na última semana, a Educação de São Paulo assinou um convênio em parceria com a Universia para disponibilizar aos alunos da rede estadual paulista o curso de mandarim. Online e gratuito, o curso poderá ser acessado pelos estudantes por meio do site da EVESP. Saiba mais aqui.